Foto: Daniel Derevecki
Foto: Daniel Derevecki
Embrapa
Home
Balanço 2016
Destaques
Delimitação Matopiba
Novos maracujás
Manga de exportação
Manejo do açaizeiro
Batata doce BRS Amélia
Forrageira BRS Estribo
Estradas de Araucárias
Rota do Cordeiro
Impactos
Base de Ações Sociais
Prêmios
English Version
Balanços anos anteriores
A Embrapa no Brasil
Criticas e Sugestões
SAC

Projeto Estradas de Araucárias aumenta a renda
de pequenos produtores, estimula o
turismo rural e contribui para o meio ambiente

A Araucária angustifolia, conhecida como araucária, pinheiro-brasileiro ou pinheiro-do-paraná, é a espécie símbolo da região Sul do Brasil. Entretanto, sua exploração intensiva durante décadas, aliada ao desmatamento para a expansão da agropecuária, provocou forte declínio populacional da espécie. Junto com ela, diversas espécies de animais dependentes de seus pinhões durante o inverno se tornaram igualmente ameaçados. A solução encontrada pela Embrapa Florestas para esse problema foi estimular os produtores familiares dos estados do Paraná e de Santa Catarina (área de ocorrência dessa espécie), com o apoio de instituições públicas e privadas da região (secretarias estaduais, institutos, universidades e extensão rural) a plantar mudas de araucária nas divisas de suas propriedades com as estradas. A partir do plantio de 200 mudas eles recebem R$ 5,00 por cada uma, totalizando uma renda de um mil reais por ano. O Pagamento por Serviços Ambientais é realizado pelo Grupo DSR - Soluções e Inteligência Logística, que adquire o carbono sequestrado pelas árvores para compensar emissões de gases de efeito estufa. Esse pagamento ocorre anualmente até as árvores completarem plenamente seu desenvolvimento em 15 anos, quando já produzirão pinhões que, comercializados, manterão os ganhos financeiros com o projeto. Além de renda aos produtores, esse trabalho promove a criação de corredores verdes ao lado das estradas, estimula o turismo rural e a reabilitação de ecossistemas e forma populações para seleção de genótipos para os programas de melhoramento genético da Embrapa. Até o momento foram beneficiadas 68 propriedades rurais de quatro municípios da região com recursos da ordem de R$ 300 mil reais.

Mais informações:
https://www.youtube.com/watch?v=YAjlGTYiWjc



Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
Secretaria de Gestão e Desenvolvimento Institucional
Secretaria de Comunicação

Parque Estação Biológica - PqEB s/n°.
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041