Foto: Arquivo Embrapa
O aumento do consumo de cogumelos no País se deve, em grande parte, ao trabalho da pesquisadora Arailde Urben. Foto: Arquivo Embrapa
Embrapa
Home
Balanço 2017
Destaques
Soja resistente
Tomate Zamir
Carne bonificada
Cogumelos no Brasil
Trigo do Cerrado
Downloads de publicações
Programa Prosa Rural
Impactos
Base de Ações Sociais
Prêmios
Balanços anos anteriores
A Embrapa no Brasil
Criticas e Sugestões
SAC

Transferência de tecnologia expande
consumo de cogumelos no Brasil

Saborosos e nutritivos, os cogumelos possuem quantidade de proteínas superior à da carne (de 28% a 34% contra 14%) e de diversos vegetais e frutas. Eles são ricos em vitaminas e carboidratos, possuem baixo teor de gordura e apresentam benefícios comprovados para a saúde humana. Mas sua produção no Brasil, entre as décadas de 1970 e 1980, era de apenas 3 mil toneladas/ano. Essa situação começou a mudar quando a pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Arailde Urben, em 1995, trouxe e adaptou para o Brasil, passando a transferir a tecnologia chinesa JunCao, que barateia o cultivo desse fungo por utilizar gramíneas ao invés de troncos de madeira e serragem. O resultado de todo esse trabalho é que atualmente a produção de cogumelos no Brasil já é superior a 22 mil toneladas/ano (in natura). Seu consumo cresceu de forma expressiva, de 30 gramas per capita na década de 1990 para 210 gramas em 2017. Atualmente o mercado nacional de cogumelos movimenta mais de 1 bilhão de reais, emprega mais de 50 mil pessoas e possui grande potencial de expansão, pois ainda é necessária a importação de 20 mil toneladas para atender à demanda interna de 42 mil toneladas do produto.

Mais informações:
Cursos sobre cogumelos


Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
Secretaria de Desenvolvimento Institucional

Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433