Balanço Social 2019
Balanço 2019 | Destaques | Impactos | Adoção | Ações Sociais | Prêmios

O capital humano em tempos de mudança

“Mudança” tem sido uma das principais palavras-chave na história da Embrapa e atualmente se faz mais do que necessária. Desde sua fundação, na década de 1970, a missão da Empresa de promover o desenvolvimento da agricultura brasileira vem propiciando, por intermédio da geração ou adaptação de novos conhecimentos e tecnologias, a transformação dos modos de fazer no campo. Essa missão não seria cumprida se não houvesse, internamente, uma cultura organizacional sempre disposta a enfrentar novos desafios e a promover soluções adequadas aos diversos elos das cadeias produtivas do agronegócio, o que vem ocorrendo em toda a trajetória da Empresa.

O Balanço Social da Embrapa já está em seu 23º ano, e esta edição é mais um exemplo da seriedade com que esses desafios e essa necessidade de mudança vêm sendo tratados pelo seu corpo técnico e gerencial, ao apresentar uma série de inovações promovidas pela Empresa no ano de 2019. Entre elas, a identificação de bactérias capazes de tornar solúvel o fósforo do solo para cultivos de milho, soja e algodão; o aperfeiçoamento de um sistema integrado de produção de alimentos, conhecido como Sisteminha, que permite, em um hectare, produzir peixes, ovos, frangos, hortaliças e frutas suficientes para alimentar uma família; o sequenciamento do genoma do tambaqui, que levou à produção de alevinos de qualidade; a uva sem sementes 'BRS Vitória', que viabilizou a colheita diária e a exportação dessa fruta o ano inteiro.

Essa vocação para a mudança também promoveu a viabilização, por intermédio de planilha eletrônica, de um mecanismo para exportação de carne de frango denominado drawback; desenvolveu a cultivar BRS 5601RR, responsável por trazer a Embrapa de volta ao mercado da soja; lançou a plataforma AgroAPI para viabilizar o acesso a inúmeros dados gerados pela pesquisa, propiciando a criação de novos softwares e aplicativos móveis para o setor agropecuário; e, por fim, colocou no mercado a cultivar de capim-elefante BRS Kurumi, para produzir alimento de qualidade a bovinos e ovinos em todas as estações do ano.

Além dessas inovações, o Balanço Social 2019 ainda apresenta uma série de dados consolidados no âmbito de diversos tipos de soluções tecnológicas nos temas manejo, fibras oleaginosas e cereais, produção animal, produção de frutos e castanhas, hortaliças e leguminosas, e sistemas e serviços. Isso explicita melhor a contribuição dos empregados da Embrapa para o País. Somam-se a esses dados informações sobre o impacto de 160 tecnologias, 220 cultivares e adoção de 224 soluções tecnológicas.

Assim como ocorre com as inovações no âmbito do mercado e da sociedade, o corpo gerencial e técnico da Embrapa está sendo agora desafiado pela nova conjuntura externa, de menor capacidade financeira do Estado, a rever seus processos e procedimentos internos para se adequar aos novos tempos. Situação similar já ocorreu em outros momentos da história da Empresa, que sempre respondeu com garra e criatividade a desafios como esse.

Boa parte dessa resposta se deve justamente ao fato de que inovações e mudanças, como demonstra este Balanço Social, são realizadas graças a um elemento fundamental em instituições de ciência e tecnologia: seu capital humano. Em termos concretos, basta dizer, por exemplo, que, graças a esse capital, o número de citações das publicações científicas da Embrapa vem aumentando paulatinamente (24% entre 2011 e 2018, equivalente a 118.049 citações), assim como o uso de suas publicações técnico-científicas disponíveis na internet (9% em 2019, equivalentes a mais de 24 milhões de downloads).

Dessa forma, se a Embrapa continua sendo relevante em sua produção científica e técnica, que se reflete na produção de soluções tecnológicas para a segurança alimentar do Brasil, certamente será capaz de contar com sua maior riqueza - capital humano - diante dos seus desafios internos.

Balanços anteriores | Unidades | Fale conosco | SAC

Diretoria-Executiva
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)

Secretaria de Desenvolvimento Institucional (SDI)
Secretaria Geral da Embrapa (SGE)
Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (SIRE)

Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433