Saúde, Segurança e Medicina do Trabalho

Para que as Instituições de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário desenvolvam projetos de pesquisa, é preciso investir na saúde e no bem-estar dos seus empregados e prestadores de serviços. Por isso, essa área é considerada prioritária, tendo recebido R$ 9.127.664,50 em 1998, para acompanhamento médico e segurança no ambiente de trabalho.


PAM é o campeão em custo baixo

O Plano de Assistência Médica (PAM) da Embrapa é um plano de saúde, de autogestão e sem fins lucrativos, considerado o mais barato do mercado brasileiro. Com esse plano, a Empresa atende 31.116 beneficiários, assegurando assistência médica, hospitalar e laboratorial adequadas, e possibilitando melhor qualidade de vida aos empregados e seus familiares.


Programa recupera dependentes químicos

A Embrapa desenvolveu um programa para recuperar os empregados dependentes químicos, com apoio aos doentes e às suas famílias. Em 1998, 65 pessoas foram beneficiadas.


Auxílio ao dependente excepcional

Os 198 empregados da Embrapa, que possuem dependente excepcional e em idade de amamentação (de zero a seis anos de idade), receberam benefício em pecúnia, propiciando melhores condições para tratamento.


Vale-Alimentação/Refeição

Este é outro benefício concedido pela Embrapa a empregados e estagiários.


Emater-GO melhora assistência

O plano de saúde Caeme, utilizado pela Emater-GO, contempla tratamento médico, psicológico e odontológico. Na área da educação, prevenção e promoção de saúde, a Emater-GO realizou, em 1998, palestras sobre temas como dependência química e de medicamentos, controle de doenças crônicas e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.


Prioridade para segurança no trabalho

A Embrapa investe na segurança dos seus empregados, clientes e vizinhos, motivando-os e treinando-os, a fim de atingir posição de destaque em segurança do trabalho. Suas Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipas) promoveram palestras e campanhas, com a distribuição de material informativo, para conscientizar os empregados. Com isso, houve sensível diminuição dos acidentes de trabalho em 1998.


Pesquisa estuda clima organizacional

A Embrapa concluiu, em 1998, uma pesquisa de opinião entre seus empregados, com o objetivo de promover melhorias constantes no clima organizacional da Instituição.


AEE de Goiânia inaugura sede

O bem-estar dos empregados e seus familiares também é preocupação das Associações dos Empregados da Embrapa. As AEEs estão presentes em todas as Unidades da Empresa, e são formadas pelos próprios empregados. Elas não têm fins lucrativos e realizam atividades sociais, assistenciais, culturais, comunitárias e esportivas. A AEE-GO construiu, em 1998, a sua sede social.


Sumário:

Agricultura Familiar
Reforma Agrária
Apoio Comunitário
Apoio a Comunidades Indígenas
Segurança Alimentar
Meio Ambiente e Educação Ambiental
Educação e Capacitação Profissional Externas
Educação e Capacitação Profissional Internas
Saúde, Segurança e Medicina do Trabalho
Impacto das Principais Tecnologias Desenvolvidas e Transferidas à Sociedade
Demonstrativos do Balanço Social (Embrapa - Emater-GO - Epamig - Emparn - Epagri)

 


Copyright © Embrapa. Todos os direitos reservados.